Platinum Neo – 1 L

COMPOSIÇÃO:

Ingrediente Ativo:

(TIAMETOXAM) ……………….. 141 g/L (14,1% m/v)
Produto de reação compreendendo quantidades iguais de (LAMBDA CIALOTRINA)…….106 g/L (10,6% m/v)
Ingredientes inertes……………..870 g/L (87% m/v)
CLASSE:
INSETICIDA SISTÊMICO, DE CONTATO E INGESTÃO
GRUPO QUÍMICO:
NEONICOTINÓIDE E PIRETRÓIDE
TIPO DE FORMULAÇÃO:
SUSPENSÃO CONCENTRADA (SC)
CULTURAS PRAGAS DOSES Nº MÁXIMO DE APLICAÇÕES NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE
NOME COMUM APLICAÇÃO
NOME COMUM
AMENDOIM Lagarta-do-pescoço-vermelho 100 – 150
mL/ha 
3
  • NÚMERO: Reaplicar se houver reinfestação, não excedendo a 3 aplicações. Usar dose maior em situação de condições de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 7 dias, se ocorrer reinfestação
AMENDOIM Tripes-do-bronzeamento 100 – 150
mL/ha 
3
ARROZ Percevejo-do-arroz 150 – 200
mL/ha 
1
  • NÚMERO: Uma única aplicação. Usar dose maior em situação de condições de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação, com a detecção da praga na lavoura
BATATA Pulgão-verde,
Pulgão-verde-claro
75 – 100
mL/ha
3
  • NÚMERO: Não exceder a 3 aplicações. Usar dose maior em situação de condições de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 6 a 7 dias, se ocorrer reinfestação.
BATATA Vaquinha-das-solanáceas 75 – 100
mL/ha
3
BATATA Vaquinha-verde-amarela 75 – 100
mL/ha
3
CEBOLA Tripes do fumo,
Tripes
250 – 300
mL/ha
4
  • NÚMERO: Reaplicar se houver reinfestação, não excedendo a 4 aplicações. Usar dose maior em situação de condições de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação, presença de tripes na bainha das folhas. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar após 7 dias.
FEIJÃO Vaquinha-verde-amarela,
Larva-alfinete
100 – 125
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Não exceder a 2 aplicações. Usar dose maior em situação de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 7 dias, se ocorrer reinfestação
MILHO Lagarta-militar,
Lagarta-do-cartucho
200 – 250
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. A maior dose deve ser utilizada quando: as lagartas estiverem em estádio de desenvolvimento entre o 2º e 3º ínstar ou em condições de alta população da praga ou, independente das demais situações, quando as plantas de milho estiverem no estádio de 6 a 8 folhas. ÉPOCA: Pulverizar quando houver 20% de plantas com sintomas de ataque, isto é, folhas raspadas pelo inseto.
MILHO Percevejo-barriga-verde 200 – 250
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. A maior dose deve ser utilizada em condições de alta população da praga, em áreas com histórico ou em plantios em que a cultura anterior foi o trigo. ÉPOCA: Pulverizar no início do desenvolvimento da cultura, quando o ataque é mais severo.
MILHO Tripes 200 – 250
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. A maior dose deve ser utilizada em caso de alta pressão da praga ou condições climáticas favoráveis ao ataque. ÉPOCA: Pulverizar no início do desenvolvimento da cultura, quando o ataque é mais severo.
PASTAGENS Cigarrinha-das-pastagens 200
mL/ha 
1
  • NÚMERO: 1 aplicação. ÉPOCA: Pulverizar na detecção da praga na área, através da observação da presença de adultos ou da formação de espuma na base das plantas
PEPINO Broca-das-cucurbitáceas 10 – 20
mL/100 L 
5
  • NÚMERO: Não exceder 5 aplicações. Usar dose maior em situação de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 7 dias, se ocorrer reinfestação
PEPINO Pulgão-das-inflorescências 10 – 20
mL/100 L 
5
SOJA Lagarta-da-soja,
Lagarta-desfolhadora
150 – 200
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. Utilizar a dose mais alta em caso de alta pressão da praga. ÉPOCA: Inspecionar periodicamente a cultura com batidas de pano e pulverizar quando constatadas as primeiras lagartas.
SOJA Percevejo-da-soja,
Percevejo-verde
150 – 180
mL/ha
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. ÉPOCA: Inspecionar periodicamente a lavoura com batida de pano após o florescimento e pulverizar quando forem encontrados de 2 a 4 percevejos por batida.
SOJA Percevejo-marrom 200
mL/ha
2
SOJA Percevejoverde-pequeno,
Percevejo-pequeno
150 – 180
mL/ha
2
SOJA Vaquinha-verdeamarela,
Larva-alfinete
75 – 100
mL/ha
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação da praga.
SOJA Mosca-branca 250
mL/ha
2
  • NÚMERO: Realizar 2 aplicações. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação da praga. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar com 10 dias de intervalo visando quebrar o ciclo da praga.
SORGO Lagarta-militar,
Lagarta-do-cartucho
150
– 200
mL/ha 
3
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 3. A maior dose deve ser utilizada em caso de alta pressão da praga ou condições climáticas favoráveis ao ataque. ÉPOCA: Pulverizar no início da infestação. Lagartas menores são mais facilmente controladas pelo produto. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar com intervalos de 7 dias em caso de reinfestação.
TOMATE Mosca-branca 50
– 100
mL/100 L
6
  • NÚMERO: Realizar até no máximo 6 aplicações. A maior dose deve ser utilizada em caso de alta pressão da praga ou condições climáticas favoráveis ao ataque. ÉPOCA: Pulverizar no início do desenvolvimento da cultura, quando o ataque é mais severo e a suscetibilidade da cultura é maior. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar, se necessário, a cada 5 a 7 dias
TOMATE Pulgão-verde,
Pulgão-verde-claro
50
– 75
mL/100 L
3
  • NÚMERO: Não exceder a 3 aplicações. Usar a dose maior em situação de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 7 dias, se ocorrer reinfestação
TOMATE Tripes 50
– 75
mL/100 L
6
  • NÚMERO: Realizar até no máximo 6 aplicações. A maior dose deve ser utilizada em caso de alta pressão da praga ou condições climáticas favoráveis ao ataque. ÉPOCA: Pulverizar no início do desenvolvimento da cultura, quando o ataque é mais severo e a suscetibilidade da cultura é maior. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar, se necessário, a cada 5 a 7 dias.
TOMATE Vaquinha -verde – amarela, Larva – alfinete 50
– 75
mL/100 L
3
  • NÚMERO: Não exceder a 3 aplicações. Usar a dose maior em situação de alta infestação, áreas com histórico da praga ou quando o clima for favorável ao ataque. ÉPOCA: Aplicar no início da infestação. INTERV. APLICAÇÃO: Reaplicar a cada 7 dias, se ocorrer reinfestação
TRIGO Percevejo-barriga-verde 150
mL/ha
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. ÉPOCA: Pulverizar no início do desenvolvimento da cultura, quando o ataque é mais severo
TRIGO Pulgão-verde-dos-cereais,
Pulgão-da-espiga
40
– 50
mL/ha 
2
  • NÚMERO: Número máximo de aplicações recomendadas: 2. A maior dose deve ser utilizada em caso de alta pressão da praga. ÉPOCA: Iniciar as pulverizações a partir do perfilhamento da cultura.

Para mais informações vide bula

VER PREÇO
  Perguntas e Respostas

Descrição

PLATINUM NEO INSETICIDA

COMPOSIÇÃO: 3-(2-chloro-1,3-thiazol-5-ylmethyl)-5-methyl-1,3,5-oxadiazinan-4-ylidene(nitro)amine (TIAMETOXAM) ………………………………………………………………………………………… 141 g/L (14,1% m/v)

Produto de reação compreendendo quantidades iguais de (S)-alfa-cyano-3-phenoxybenzyl (Z)- (1R,3R)-3-(2-chloro-3,3,3-trifluoro prop-1-enyl)-2,2-dimethylcyclopropanecarboxylate and (R)-alfacyano-3-phenoxybenzyl (Z) – (1S,3S)-3-(2-chloro-3,3,3-trifluoroprop-1-enyl)-2,2- dimethylcyclopropanecarboxylate (LAMBDA-CIALOTRINA) ……………………………. 106 g/L (10,6% m/v)

Outros Ingredientes ……………………………………………………………………………………… 870 g/L (87% m/v)

CONTEÚDO: 1L

CLASSE: INSETICIDA SISTÊMICO, DE CONTATO E INGESTÃO DOS GRUPOS QUÍMICOS NEONICOTINÓIDE (TIAMETOXAM) E PIRETRÓIDE (LAMBDA-CIALOTRINA)

TIPO DE FORMULAÇÃO: SUSPENSÃO CONCENTRADA (SC)

 

CULTURAS PRAGAS DOSES
AMENDOIM Lagarta-do pescoço vermelho, Tripes-do bronzeamento 100 – 150 mL/há
ARROZ Percevejo-do arroz 150 – 200 mL/há
BATATA Vaquinha verde-amarela, Vaquinha-das solanáceas, Pulgão-verde, Pulgão-verde claro 75 – 100 mL/há
CEBOLA Tripes do fumo, Tripes 250 – 300 mL/há
FEIJÃO Vaquinha verde-amarela, Larva-alfinete 100 – 125 mL/há
MILHO Lagarta -militar, Lagarta -do – cartucho, Percevejo – barriga –verde, Tripes 200 – 250 mL/há
PASTAGENS Cigarrinha -das – pastagens 200 mL/há
PEPINO Broca -das – cucurbitáceas, Pulgão -das – inflorescências 10 – 20 mL/100 L
SOJA Lagarta -da – soja, Lagarta – desfolhadora 150 – 200 mL/ha
SOJA Percevejo -da – soja, Percevejo – verde 150 – 180 mL/ha
SOJA Percevejo – marrom 200 mL/ha
SOJA Percevejo – verde – pequeno, Percevejo – pequeno 150 – 180 mL/há
SOJA Vaquinha – verde -amarela, Larva -alfinete 75 – 100 mL/ha
SOJA Mosca -branca 250 mL/há
SORGO Lagarta -militar, Lagarta -do – cartucho 150 – 200 mL/há
TOMATE Mosca -branca 50 – 100 mL/100 L
TOMATE Pulgão-verde, Pulgão-verde claro 50 – 75 mL/100 L
TOMATE Tripes 50 – 75 mL/100 L
TOMATE Vaquinha verde-amarela, Larva-alfinete 50 – 75 mL/100 L
TRIGO Percevejo barriga-verde 150 mL/ha
TRIGO Pulgão-verde dos-cereais, Pulgão-da espiga 40 – 50 mL/ha

Informação adicional

Peso 1 kg
Dimensões 25 × 25 × 20 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Platinum Neo – 1 L”

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não mais ofertas para este produto!

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.